top of page

Com 200 lojas até 2030, Brasil deve se tornar a maior operação da Taco Bell fora dos EUA


Cada loja terá investimento médio de R$ 1,8 milhão


A Taco Bell, rede californiana com cardápio inspirado na culinária mexicana, anuncia expansão acelerada em todo o país. A companhia planeja a abertura de 15 lojas até o fim de 2024, nos formatos de shoppings centers e de rua, com drive-thru, seguindo o sucesso da unidade recém-inaugurada em Campinas, no estado de São Paulo.


Até 2030, a meta da companhia é alcançar a marca de 200 lojas no país, o que tornará o Brasil um dos principais mercados da Taco Bell fora dos EUA.


Atualmente, a rede possui mais de 30 unidades no Sudeste, nos estados de São Paulo e Rio de Janeiro. Com investimento médio de R$ 1,8 milhão em cada loja, a Taco Bell chegará, inicialmente, aos estados de Espírito Santo, Goiás, Paraná e no Distrito Federal, além de Bauru, no interior paulista, com unidade de rua. O plano de expansão também prevê unidades nos principais aeroportos do Brasil.


O novo movimento da companhia estima investimento de R$ 36 milhões na economia brasileira e geração de mais de 200 empregos diretos. Em 2025, estão previstas cerca de 20 novas unidades.


“No Brasil, temos um trabalho intenso de popularização da marca. A expansão nacional, por meio de investidores nos grandes centros, permitirá que a marca se torne ainda mais conhecida e desejada por novos públicos. Ainda neste semestre abriremos lojas em novos estados”, destaca Jeferson Mariotto, diretor de operações da companhia no país.


A Taco Bell é a sexta marca mais valiosa do mundo no segmento de restaurantes. No mundo, são mais de 8 mil unidades em 32 países.


A franquia da Taco Bell demanda investimento médio de R$ 1,8 milhão, com faturamento médio mensal de R$ 250 a 450 mil e retorno do investimento em três anos e meio.

Posts recentes

Ver tudo

O consumidor brasileiro hoje

O sentimento e os hábitos de quem consome no Brasil É a hora e a vez dos “consumidores zero”: eles buscam experiências de compra omnicanal, são menos fiéis a marcas, poupam enquanto se permitem alguns

Comentarios


bottom of page