top of page

Estudo avalia faturamento das farmácias por nicho


O faturamento das farmácias no Brasil alcançou a soma de R$ 184,2 bilhões em vendas, totalizando 7,5 bilhões de unidades comercializadas, segundo dados da IQVIA referentes aos últimos 12 meses até junho de 2023.


Número de farmácia por nicho

- Independentes 54.019K (59%)

- Associativismo/franquia 22.035K (24%)

- Grandes Redes 9.656K (11%)

- Outras Redes 5.197K (6%)


O resultado leva em consideração a performance de 90.907 lojas existentes no país e deixa evidente o fosso entre as empresas e também entre as regiões do país.


Mesmo com apenas 11% do total de unidades, as grandes redes associadas à Abrafarma são responsáveis pela maior fatia do bolo – com R$ 80,6 bilhões em vendas e 43,7% da receita total. “Isso equivale a dizer que cada brasileiro visitou pelo menos cinco vezes a farmácia ao longo do ano. A frequência média histórica era de quatro”, ressalta Sergio Mena Barreto, CEO da entidade.


Já as farmácias independentes veem cada vez mais no retrovisor o associativismo. Esses dois nichos apresentam, respectivamente, 22,5% e 21,7% de market share. A diferença em dois anos caiu seis pontos percentuais.


Região Sudeste lidera o faturamento das farmácias

Os estados do Sudeste compõem, disparadamente, a maior representatividade nas vendas por região, com 49% do faturamento. Na sequência estão Nordeste (19%), Sul (17%), Centro-Oeste (9%) e Norte (6%).


“Muito fortes no Sudeste e Sul, as grandes redes ainda não se posicionaram fortemente nas regiões Norte e Nordeste, lacuna que o associativismo vem ocupando com sucesso”, argumenta o consultor Alberto Serrentino, da Varese Retail. Já as independentes vêm resistindo no Centro-Oeste e Norte.


Por: Ana Claudia Nagao

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page