top of page
  • Veja

Nova loja, sofá e colchão compactos: os planos de expansão da Mobly


Varejista abrirá até o fim do ano a primeira loja fora de São Paulo, em Belo Horizonte


A Mobly apresenta na tarde desta quinta-feira, 10, seu resultado trimestral com os primeiros sinais de retomada após a “ressaca” de 2022, ano em que as vendas caíram após alta da pandemia, que impulsionou o mercado de móveis. A varejista abriu capital em 2021, mas a combinação de inflação e juros altos atrasaram os planos de expansão. “No ano passado, viramos a chave para rentabilidade e preservação de caixa”, afirma Victor Noda, CEO da Mobly. Com início do processo de queda de juros pelo Banco Central, os planos de expansão voltaram à mesa. Até o final do ano, a Mobly espera abrir mais uma loja, a primeira fora de São Paulo, provavelmente em Belo Horizonte. A ideia é também expandir a presença em marketplaces, como Shopee.


Além disso, ela quer fortalecer a Guldi, marca de colchões ensacados, responsável por 7% do faturamento da rede no ano passado, e impulsionar o sofá modular Ubbe, lançado há uma semana. Em 3 dias, foram vendidas 50 peças. “Vai


A Mobly também está de olho em oportunidades de aquisição no mercado, como Westwing e Tok&Stok. “Temos uma visão de que existe muita oportunidade de consolidação no mercado, cada uma tem um foco diferente e são forças complementares. Seria extremamente benéfico para a indústria”, afirma o executivo. As conversas, entretanto, ainda estão em fase inicial. “Daí para fechar o acordo é muito difícil. Precisa acertar o momento de cada empresa”, completa.


Por: Pedro Gil

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page