top of page

Tíquete médio na farmácia é 35% maior com cliente fiel


Um novo estudo sobre tíquete médio na farmácia atesta o quão relevante é a fidelização de clientes para o setor.


Segundo a consultoria Bnex, nos últimos 12 meses até agosto deste ano, o tíquete médio dos consumidores leais totalizou R$ 67,05 – contra R$ 43,32 dos não fidelizados, ou seja, 35,4% maior. O levantamento reuniu 2 mil entrevistados de todas as regiões do país.


O montante também é 22,26% maior do que o tíquete médio geral, que ficou em R$ 52,13 no período.


Tíquete médio na farmácia de fidelizados impulsionou faturamento


O tíquete médio maior dos clientes fidelizados trouxe também um impacto positivo no faturamento do varejo farmacêutico. A receita foi 5,08% maior em comparação com o intervalo entre setembro de 2021 e agosto de 2022. Só que nem todos os insights são tão animadores.


Itens na cesta caíram


Apesar de o gasto médio nos últimos 12 meses até agosto ter sido 9,35% superior ao do mesmo período anterior, o número de itens na cesta dos consumidores sofreu redução. A quantidade média de produtos adquiridos no PDV foi 1,03% menor.


E a inflação dos medicamentos pode ter sido a principal causadora. “A inflação dos medicamentos e gastos com saúde saltou de 22% para 30%, empatando na segunda posição com “preço de combustíveis”. E chega a 37% na faixa etária de 60 anos ou mais”, destaca o sociólogo e cientista político Antonio Lavareda, presidente do Conselho Científico do Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (IPESPE).


Por: Cesar Ferro

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page