top of page

Adaptar as cidades brasileiras nunca foi tão necessário

Atualizado: 30 de mai.


Mudanças inadiáveis para adaptação das cidades brasileiras


Enquanto o trabalho humanitário no Rio Grande do Sul permanece como justa prioridade, já está claro que esse é um desastre climático sem precedentes, que exigirá esforços de reconstrução também de grande magnitude.


Há expectativa de que a jornada de reconstrução e adaptação do RS marque um ponto de virada na forma como o Brasil encara a crise climática. Não há receita pronta, mas há mudanças inadiáveis se quisermos cidades brasileiras mais resilientes e preparadas para os impactos dos eventos climáticos extremos.


Nos cards desta postagem, tratamos de algumas delas, listadas abaixo:

  • Sistemas eficientes de monitoramento, alerta e resposta a desastres

  • Infraestrutura cinza adaptada a impactos climáticos mais frequentes e intensos

  • Soluções baseadas na natureza como componente essencial da infraestrutura urbana

  • Políticas habitacionais robustas para garantir moradia digna e segura às populações

  • Planejamento e mecanismos legais efetivos para evitar a ocupação e a pressão imobiliária sobre áreas de risco

  • Políticas integradas em todos os níveis de governo, que considerem fortemente a lente de adaptação


Adaptar as cidades não é um desafio do futuro: é do agora.


Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page