top of page
  • SBVC

Maiores redes de supermercados de SC faturam R$ 33 bilhões em 2022


Juntas, as redes que compõem o top 10 catarinense contabilizaram vendas de R$ 32,9 bilhões, alta de quase 25% em relação ao ano anterior.


Os 10 maiores conglomerados supermercadistas de Santa Catarina aumentaram o faturamento em 2022 e terminaram o ano maiores em número de lojas, numa demonstração de força do varejo de alimentos. Juntas, as redes que compõem o top 10 catarinense (veja na galeria abaixo) contabilizaram vendas de R$ 32,9 bilhões, alta de quase 25% em relação ao ano anterior.


O grupo também atingiu a marca de 315 lojas. Na prática, isso representou um incremento de 37 novos pontos de venda ao longo do ano passado. Os números foram compilados pela coluna a partir do ranking das 300 maiores empresas varejistas do Brasil, divulgado pela Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC). A relação não inclui a Cooper, que se enquadra como cooperativa. A rede, no entanto, foi adicionada para esta reportagem.


O levantamento mostra que todas esses grupos, sem exceção, venderam mais e aceleraram a expansão no último ano, com novas inaugurações. O avanço acompanhou o crescimento do índice de consumo das famílias catarinenses, medido pela Associação Catarinense de Supermercados (Acats). O indicador acumulou alta de 3,3% em 2022.


Apesar dos números do último ano, o presidente da entidade, Alexandre Simioni, projeta crescimento menor neste ano. Entre os motivos para uma eventual desaceleração, ele cita perda do poder de consumo e um ritmo menos intenso de inaugurações.


Confira abaixo um resumo do desempenho do top 10

  • Supermercados Archer – Fechou 2022 com vendas de R$ 772 milhões e 12 lojas. Em 2021, foi R$ 526 milhões e 10 lojas

  • Grupo Pereira (Comper e Fort Atacadista) – Fechou 2022 com vendas de R$ 11,24 bilhões e 81 lojas. Em 2021, foram R$ 9,7 bilhões em vendas e 75 lojas

  • Grupo Koch (Hipermercado Koch e Komprão) – Fechou 2022 com vendas de R$ 6,42 bilhões e 54 lojas. Em 2021, foram R$ 4,52 bilhões em vendas e 44 lojas

  • Giassi – Fechou 2022 com vendas de R$ 3,38 bilhões e 21 lojas. Em 2021, foram R$ 2,8 bilhões em vendas e 19 lojas

  • Angeloni – Fechou 2022 com vendas de R$ 3,24 bilhões e 35 lojas. Em 2021, foram R$ 3 bilhões em vendas e 34 lojas

  • Mundial Mix (Imperatriz e Brasil Atacadista) – Fechou 2022 com vendas de R$ 2,58 bilhões e 33 lojas. Em 2021, foram R$ 2 bilhões em vendas e 30 lojas

  • Bistek – Fechou 2022 com vendas de R$ 1,67 bilhão e 22 lojas. Em 2021, foi R$ 1,41 bilhão em vendas e 21 lojas

  • Cooper – Fechou 2022 com vendas de R$ 1,39 bilhão e 18 lojas. Em 2021, foi R$ 1,27 bilhão e 17 lojas

  • Passarela – Fechou 2022 com vendas de R$ 1,33 bilhão e 13 lojas. Em 2021, foi R$ 1,01 bilhão em vendas e 12 lojas

  • Rede Top – Fechou 2022 com vendas de R$ 840 milhões e 26 lojas. Em 2021, o faturamento não foi informado e eram 16 lojas

  • Supermercados Archer – Fechou 2022 com vendas de R$ 772 milhões e 12 lojas. Em 2021, foi R$ 526 milhões e 10 lojas

  • Grupo Pereira (Comper e Fort Atacadista) – Fechou 2022 com vendas de R$ 11,24 bilhões e 81 lojas. Em 2021, foram R$ 9,7 bilhões em vendas e 75 lojas


Por: Pedro Machado

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page