top of page

Mercado de franquias cresce 15% no 1º semestre


Setor de Casa e Construção cresceu 9,5% e impulsiona a adoção de marcas por esse modelo de expansão


De acordo com a Associação Brasileira de Franchising (ABF), somente no primeiro semestre de 2023, o setor registrou um faturamento de R$ 105.107 bilhões, com um crescimento de 15% em relação ao mesmo período de 2022. O faturamento médio teve aumento em todos os segmentos, quando comparados ao mesmo período de 2022, com destaque para as áreas de Saúde (21%), Moda (15,9%), Alimentação e Educação (14,8%) e Casa e Construção (9,5%). 


Ainda de acordo com a ABF, a projeção de faturamento até o final deste ano é de R$ 232.635 bilhões.


Tendo em vista o cenário positivo, algumas marcas, principalmente da área de casa e construção, seguem investindo no modelo de franqueados como é o caso da Bell'Arte, fabricante de mobiliários de alto padrão, que adotou o sistema há 7 anos. "A estruturação das franquias Bell'Arte Dreams foi um modelo de negócios que surgiu naturalmente após a criação da nova marca do Grupo Bell'Arte focada em ambientes de dormir", explica Thayse Freiberger, diretora de marketing da empresa.   


Com um portfólio voltado para produtos como colchões, camas, cabeceiras e móveis para quartos, a Bell'Arte Dreams atua através de franquias plenas ou de franquias galerias, que operam no sistema "store in store", ou seja, espaços exclusivos da marca com produtos e identidade visual, com metragem mínima de 60m², dentro de uma loja de móveis de alto padrão em operação. "Nesse modelo, o franqueado potencializa os seus resultados em vendas enquanto nós, como marca, prestamos todo o suporte, treinamentos e assessoria de marketing para a operacionalização do espaço", afirma Thayse.   


Hoje, a marca conta com três franquias plenas nas cidades de Jaraguá do Sul, Balneário Camboriú e Belém e 30 galerias espalhadas em 21 estados do Brasil, entre eles, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Londrina, Recife e João Pessoa, que representam 17% do faturamento do Grupo Bell'Arte. "A nossa expectativa é crescer 15% ao ano, nos próximos três anos", revela a diretora.  


Outra marca do segmento de casa e construção que adotou o modelo de franquias é a Evviva, que atua na área de mobiliários planejados. Com 30 lojas no Brasil e duas no exterior (Portugal e Paraguai), a marca passou a trabalhar sob o modelo de franquia para garantir a padronização e a qualidade de toda a rede, visando a expansão em escala. De acordo com Diego Machado, diretor geral da Evviva, "vamos ampliar o número de franquias no Brasil e Exterior, com inaugurações já previstas para o primeiro trimestre de 2024, em Macaé, Ribeirão Preto e Sinop. No exterior, abriremos uma loja na República Dominicana e já estamos em negociações com outros países", aponta. 


Estreante no universo das franquias está a Maiori Casa, que oferece soluções têxteis - tapetes e tecidos - também para o segmento de alta decoração. Em março, a marca inaugurou sua primeira flagship em São Paulo que, de acordo com André Cepeda, CEO da Maiori Casa, irá orientar a expansão do negócio. "A loja de São Paulo é a primeira a adotar o modelo de franquia e está nos ajudando a criar as bases de padronização, layout e apresentação das nossas composições têxteis, visando a expansão dos modelos Concept, que será a loja monomarca e o Studio, que são as lojas store in store", diz."Até meados do primeiro semestre de 2024, esperamos ter lojas Concept (monomarca) no interior de São Paulo e no exterior, bem como lojas Studio, que já têm negociações encaminhadas", finaliza.

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


bottom of page