top of page

Walmart volta a priorizar lojas físicas e vai abrir 150 novas unidades nos EUA


Além da abertura de novos pontos de venda nos próximos cinco anos, gigante do varejo reforça seu programa de reformas e remodelação das já existentes


O Walmart, o maior gigante do varejo do mundo, está mais uma vez se concentrando em lojas físicas na era do comércio eletrônico. A empresa anunciou que planeja construir ou converter mais de 150 lojas nos Estados Unidos nos próximos cinco anos, enquanto continua seu programa de reforma e remodelação das lojas existentes.


O grupo, que tem sua sede em Bentonville, no estado do Arkansas, é altamente dependente do desempenho da economia dos EUA. A empresa emprega 1,6 milhão de funcionários diretos no país e opera mais de 3.900 lojas em todos os 50 estados, Washington e Porto Rico.


O Walmart teve vendas líquidas de US$ 420,6 bilhões no ano fiscal de 2022-2023 nos EUA, representando 69% do total do grupo. Não é apenas a unidade de negócios com maior faturamento, mas também a mais lucrativa.


O plano de expansão das lojas físicas ocorre após quase três anos de hiato, em parte devido à pandemia e em parte como resultado da decisão do próprio Walmart diante das mudanças nos hábitos dos consumidores. Em 2016, o Walmart já havia anunciado que estava freando as novas aberturas para investir em seus esforços em vendas on-line, tecnologia e reforma das lojas existentes.


Varejo 'figital': Empresas fazem de tudo para o cliente comprar onde e quando quiser


No entanto, a empresa descobriu que, quando se trata de fazer compras, especialmente de mantimentos, a maioria dos consumidores ainda se desloca até as lojas. O Walmart também atraiu clientes de renda mais alta em um ambiente inflacionário em que os compradores são muito comedidos em relação ao que gastam.


A rede varejista continua a ter dificuldades com o comércio eletrônico, em que a Amazon tem a liderança, mas também está se movendo em direção a uma maior integração das lojas físicas e virtuais, que utiliza para atender aos pedidos on-line e como pontos de coleta.


O anúncio das novas aberturas foi feito por John Furner, presidente e CEO do Walmart nos EUA. Além das inaugurações, ele anunciou reformas em muitas lojas existentes:


"Nos próximos 12 meses, planejamos reformar 650 lojas em 47 estados e em Porto Rico, criando dezenas de milhares de empregos nesses projetos. Isso se soma às centenas de empregos que traremos para uma comunidade toda vez que abrirmos uma nova loja. E esses empregos vêm com benefícios incríveis, como mensalidades universitárias gratuitas desde o primeiro dia, horários flexíveis e folgas remuneradas competitivas", disse ele em um comunicado.


As duas primeiras novas lojas serão inauguradas nesta primavera em Santa Rosa Beach, na Flórida, e Atlanta, no estado de Geórgia. O Walmart também está finalizando os planos de construção de 12 novos projetos que pretende iniciar este ano, juntamente com a conversão de uma de suas lojas menores em um hipermercado Walmart Supercenter.


Suas lojas novas e reformadas refletirão o novo conceito de "loja do futuro" do Walmart, com layout e design aprimorados, maior seleção de produtos e tecnologia inovadora para ajudar os funcionários a atender melhor os clientes e tornar as compras mais convenientes para eles, de acordo com Furner.


Por: El País — Washington

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page