top of page

Loja 400 acelera planos de crescimento da Nissei


Os planos de crescimento da Nissei ganham novo ritmo em 2024. A oitava maior rede de farmácias do país em faturamento, segundo o ranking da Abrafarma, superou a marca de 400 lojas após abrir 70 PDVs desde o início de 2023, sendo 11 só em dezembro e 28 no primeiro trimestre deste ano.


A Nissei escolheu sua terra natal Curitiba (PR) como base da unidade 400, no bairro nobre do Água Verde. “Em quase 38 anos de compromisso com os nossos clientes, prestamos uma homenagem à cidade que nos acolheu e deu oportunidade de nos tornarmos o que somos hoje – uma rede presente em mais de 110 municípios, em três estados diferentes”, exalta o CEO Alexandre Maeoka.


Mas em números exatos, a varejista já soma 415 farmácias próprias, o que a coloca como sétima maior do Brasil. A velocidade de inaugurações impressiona, pois até 2019 o total de lojas não superava 300. Detalhe: a marca de 100 unidades só foi alcançada 21 anos depois da fundação, em 1986.


O aumento da capilaridade vem sendo decisivo para ampliar o faturamento, hoje na casa dos R$ 2,7 bilhões.


Crescimento da Nissei na contramão do varejo farmacêutico regional


O crescimento da Nissei representa um movimento quase que exclusivo no varejo farmacêutico atual. Enquanto redes regionais buscam consolidação em seus quintais, a companhia quer conquistar território não apenas no Sul. O mercado paulista vem sendo o principal alvo.


A ampliação fora do Paraná teve início em 2010 com a chegada a Santa Catarina. Dois anos depois foi a vez de São Paulo entrar no ciclo de expansão. Mas um novo capítulo da história neste estado começou a ser escrito em 2023, quando a Nissei ganhou o leilão judicial que lhe deu o direito sobre 51 farmácias da Poupafarma.


“Certamente a aquisição dessas unidades nos propiciou entrarmos em uma nova fase, acelerando ainda mais nossa capilaridade no estado de São Paulo, onde já temos um market share de 6%”, comenta Maeoka. A rede também prevê aumentar a representatividade no Paraná e em Santa Catarina, onde as participações de mercado totalizam 18% e 4%, respectivamente.


As unidades da Poupafarma devem resultar em um sólido avanço da varejista em regiões como a Baixada Santista, a Grande São Paulo e o Vale do Paraíba. Atualmente a rede mantém 91 PDVs em operação no estado, um cenário que em nada lembra o panorama de 2019 – quando esse volume era de apenas 22.


Para absorver essa expansão, a rede planeja abrir um novo centro de distribuição na Região Metropolitana de São Paulo, com previsão para o segundo semestre.


Rede de farmácias quer solidificar modelo de drugstore


O crescimento da Nissei seguirá ancorado no modelo de drugstore, que assegura a disponibilidade de 18 mil SKUs nas lojas físicas e na plataforma digital.


“É um conceito enraizado na nossa trajetória. Principalmente em regiões onde estamos abrindo a primeira loja, há quem se espante ao saber que é possível comprar, além de um medicamento, até mesmo um vidro de palmito em conserva. Mas é essa oferta estratégica, somada às características dos PDVs, que permite estabelecer conexões reais com nossos clientes, estando ao lado deles em todos os momentos”, ressalta o CEO.


Com base nessa premissa, a empresa também prevê reforçar a divisão de serviços farmacêuticos. “Inclusive fomos a primeira rede de farmácias do Brasil a inserir os testes rápidos no portfólio”, salienta Maeoka.


Outra prioridade passa pelas marcas próprias, cuja demanda aumentou mais de 37% no primeiro trimestre deste ano. “Temos uma linha de marcas exclusivas em pleno desenvolvimento. Já contamos com mais de 100 produtos de higiene e beleza, primeiros-socorros, snacks, vitaminas e suplementos”, destaca.


FARMÁCIAS NISSEI

Fundação: 1986

Faturamento: R$ 2,7 bilhões (8ª maior rede de farmácias do país em faturamento, segundo o ranking da Abrafarma)

Capilaridade: 415 lojas, sendo 304 no Paraná, 91 em São Paulo e 20 em Santa Catarina (7ª maior rede de farmácias do país em número de lojas, segundo o ranking da Abrafarma)

Market share: 18% no Paraná, 6% em São Paulo e 4% em Santa Catarina


Por: Leandro Luize

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page